quinta-feira, 24 de dezembro de 2009

Quando você pensa que esta sozinho; você não esta. Quando você pensa em desistir; Ele te encoraja. Quando você não tem mais forças; Ele te sustenta. Quando você pensa que Deus te esqueceu, Ele não esqueceu. Ele não se esquece dos seus... e quando você chega ao seu limite e a sua fé ja está abalada, quando você pensa que ele não te ama e não se importa com você, então ele te ama ainda mais e em um pequeno gesto te faz lembrar que esta ali ao seu lado, sempre esteve e pra sempre vai estar. Pode a terra tremer, chegar os problemas, passar o tempo... Ele vai estar ali, porque Deus é inabalável. É incrível como Ele nos surpreende cada dia e como as vezes demoramos a perceber os seus feitos. Eu só tenho agradecer pelo que tens feito e ainda vai fazer na minha vida, obrigada Papai, porque o Senhor é fiel! ;)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Paródia da música: Dear Bobbie - Yellowcard

Querida mamãe,
você se lembra quando eu era um bebê, chorão mais bonito?
Eu sim. Eu me lembro das noites mal dormidas e das idas aos hospitais.
Você se lembra do meu primeiro dia de aula?
Eu sim. Lembro de você me abraçando e dizendo que tudo ficaria bem.
Eu ainda penso em você quando choro, mesmo não podendo receber seu abraço.

Você lembra quando
quanto tempo ja faz?
1992 eu abri meus olhos azuis
para começar uma nova vida.

Você lembra quando
Você me disse aquela noite
que sempre estaria ao meu lado
me protegendo e amando.
você fez uma promessa
quando disse aquilo aquela noite

Eu vou ficar bem.
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você
Esta tudo certo, eu vou ficar bem
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você.

Você lembra as vezes que nós brigávamos
e você pedia desculpas 10 min depois?
E eu cresci, e nos tornamos melhores amigas
nós ríamos toda a noite
você se lembra? eu sim.

A vida nos conduziu até aqui
Juntas todos esses anos
A amizade que construímos
guarda 16 anos
e as memórias que guardamos desde que nasci.

Eu vou ficar bem.
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você
Esta tudo certo, eu vou ficar bem
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você.

Voltarei para casa por você
Secando minhas lágrimas
descansando a minha cabeça.
Vejo você de pé com os braços abertos para me receber
voltarei para casa por você

Essa noite quando eu deitar
quando eu fechar meus olhos
eu sei o sol vai nascer
e tudo ficará bem.
Enquanto você estiver ao meu lado,
então esta tudo certo.

Eu vou ficar bem.
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você
Esta tudo certo, eu vou ficar bem
E quando eu morrer, eu vou morrer amando você.

Agora você é mais velha, mas continua uma mulher linda.
E os anos não tem sido tão bom para nós.
Nós agora estamos a km de distância, mas ainda temos uma a outra
E a cola do amor ainda esta nos mantendo unidas.
É disso que eu me lembro, você se lembra?

(original: http://letras.terra.com.br/yellowcard/1023251/traducao.html)

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

-

Na escuridão da noite que encobre o dia as vezes tenho vontade de sumir, simplismente sumir. Tenho vontade de me enfiar debaixo do edredon e ali me esconder até enjoar de mim. Quero ficar sozinha, ouvir o eco dos meus pensamentos [que mudam com a mesma velocidade que um piscar de olhos], quero encarar a parede e me esvaziar dos sentimentos que me atormentam, quero chorar até que as lágrimas ja não existam mais! E na maioria das vezes, tenho a impressão de que essa sensação nunca irá passar. Deito e antes que perceba, eu durmo. Sou acordada pelo som do despertador, e em um ato rotineiro desligo-o, me viro de lado e só penso em dormir, em nunca mais sair dali. Mas sou incomodada por alguns feixes de luz que invadem meu quarto pela fresta que eu me esqueci de fechar. Penso mais duas vezes, e encorajo-me a levantar. Do horizonte, o sol sorri tímido para mim, as folhas verdes das árvores balançam preguiçosamente e os passarinhos já estão a cantarolar. É então que todo o desconforto da noite anterior me abandona, e vagarosamente me recordo do porque estou aqui. Estou aqui não porque me obrigaram, não porque me seguram, estou aqui, primeiramente, porque alguém maior quis que eu estivesse, alguém sonhou comigo e me amou de tal maneira que me fez existir. Estou aqui por Deus, pela minha família, pelos meus amigos e por aqueles que nem sequer sabem que eu existo. Não nasci do acaso, nem somente do amor de duas pessoas, não nasci pra ser mais um número nas estatísticas... eu nasci pra fazer a diferença! Apesar de tudo, fico feliz de respirar, pensar, falar e agir. E se tiver o amor daqueles que eu amo... então estarei feliz em simplismente estar aqui ;)

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Aquarela - Toquinho e Vinícius de Moraes

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo
E com cinco ou seis retas é fácil fazer um castelo
Corro o lápis em torno da mão e me dou uma luva
E se faço chover, com dois riscos tenho um guarda-chuva

Se um pinguinho de tinta cair num pedacinho azul do papel
Num instante imagino uma linda gaivota a voar no céu.
Vai voando, contornando a imensa curva norte e sul

Vou com ela viajando o Havaí, Pequim ou Istambul
Pinto um barco à vela branco navegando
é tanto céu e mar num beijo azul.

Entre as nuvens vem surgindo um lindo avião rosa e grená
Tudo em volta colorindo com suas luzes a piscar
Basta imaginar e ele está partindo, sereno e lindo
E se a gente quiser....... Ele vai pousar.

Numa folha qualquer eu desenho um navio de partida
Com alguns bons amigos, bebendo de bem com a vida
De uma América a outra eu consigo passar num segundo
giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo

Um menino caminha e caminhando chega no muro
e ali logo em frente a esperar pela gente o futuro está.
E o futuro é uma astronave que tentamos pilotar

Não tem tempo nem piedade, nem tem hora de chegar
Sem pedir licença muda nossa vida
e depois convida a rir ou chorar

Nessa estrada não nos cabe conhecer ou ver o que virá
O fim dela ninguém sabe bem ao certo onde vai dar
Vamos todos numa linda passarela
de uma aquarela que um dia em fim
Descolorirá....

Numa folha qualquer eu desenho um sol amarelo ... (que descolorirá)
e com cinco ou seis retas é facil fazer um castelo ... (que descolorirá)
Giro um simples compasso e num círculo eu faço o mundo.(e descolorirá)

domingo, 27 de setembro de 2009

Nunca estou sozinha!

Olhou para a sua direita: nada. Voltou-se para a esquerda: nada. A mesma coisa que encontrou ao seu lado ocupava o espaço a sua frente e atrás dela: o nada. O único barulho que se podia ouvir era o gritante barulho do silêncio e a única voz que quebrava a barreira do som era a sua. Seu reflexo no espelho era a sua única companhia, a solidão quase a envolvia completamente. Sentou-se na cama aflita, "onde estão os outros?" eram as palavras que ecoavam em sua cabeça. Encontrou-se sozinha e com medo, olhou para dentro de si e para não dizer que ali também não havia nada, lhe restava um pouco de força e esperança, embora ao lado de fora a desistência insistia em querer entrar. Com a força que lhe restava, fechou os olhos e suspirou.
-'Não temas, porque Eu estou contigo'[1] - sussurou uma voz serena e aveludada.
Agora ela se sentia mais segura e em paz, ela sabia de quem era aquela voz.
- "Eu estou com medo, me sinto sozinha, não quero mais ficar aqui!" - confessou envergonhada.
- 'Não temas, porque Eu estou contigo[1] - repetiu a voz - 'Não te deixarei e nunca te desampararei. [2]
- "Eu estou cansada!"
- 'Eu te farei descansar' [3]
- "Ja não sei mais para onde ir"
- ' Eu te ensinarei o caminho' [4]
- "Salvo poucos, a maioria aqui não sabe amar"
- 'Mas Eu te amo! E estarei contigo, não importa quando, onde e como Eu estarei bem ao seu lado, porque como cada um dos outros, você é única e especial para mim e eu jamais desistirei de você!'.
Ela sabia que aquilo era verdade, ja sem mais o que argumentar, tratou de enxugar as últimas lágrimas que rolaram pela face e ja não se sentia mais sozinha. Sabia que não estava. O vazio fora preenchido por paz e alegria, e a solidão largou de atormentá-la.



1: Isaías 41:10
2: Hebreus 13:5
3: Matheus 11: 28-30
4: Salmos 32:8

domingo, 20 de setembro de 2009

Despedida#


"Eu vou, mas volto pra te buscar" - ela disse com a voz trêmula e lutando contra a água que insistia em encharcar seus olhos. 'Eu não quero que você volte, eu quero que você não vá' - insistiu a pequena menina de olhos azuis antes de se jogar no colo da mulher de pele translúcida e cabelos claros. 'Não me deixa aqui' - sussurou entre soluços; ela odiava despedidas, não queria dizer adeus, mesmo que ele significasse apenas um 'até logo'. Com o coração na mão, a mulher a envolveu em um forte abraço, segurou-a pelos braços, lhe beijou docemente a face e com um leve suspiro se pôs de pé, deu-lhe um último olhar e foi caminhando para trás "eu vou voltar" prometeu com o movimento dos lábios e virou-se antes que as lágrimas começassem a rolar. Antes que pudesse chegar ao carro, sentiu um leve baque e algo envolvia sua barriga, algo pequeno, macio e magro. A menina estava disposta a fazer de tudo para impedi-lá de entrar naquele carro 'Eu PRECISO de você' - suplicava com a voz abafada pelo choro. A mulher, que procurava forças para fazer o certo virou, com a face tomada pelas lágrimas e pela dor, segurou delicadamente o rosto da menina, olhou em seus olhos, e com a voz mais serena que pôde fazer, disse "E eu preciso mais ainda de você! Mas muitas vezes somos obrigados a fazer o que não queremos para o bem daqueles que precisam de nós, eu não estou indo embora, imagine que iremos fazer uma viagem, e eu apenas estou indo na frente para preparar as coisas. Assim que tudo estiver pronto, eu venho te buscar!" - a voz agora já trêmula - "não importa onde eu esteja, nós estaremos sempre juntas aqui" - e em um gesto sutil, encostou a mão no lado onde se encontra o coração e por fim sussurrou "eu te amo" - beijou-lhe mais uma vez a face, um beijo de carinho, afeto, dor, sorriu docilmente, entrou no carro e se foi. 'Eu também te amo, mãe' sibilou a menina enquanto assistia o automóvel se distanciar e se perder ao virar a esquina.

segunda-feira, 31 de agosto de 2009


O amor; palavra tão pequena pra um sentimento tão complexo. É uma mistura de todas as melhores sensações que resulta em um estado de alegria. Quase uma montanha russa de sentimentos: começa com um frio na barriga, seguido de um sorriso e então somos tomados por um rio de endorfina, que nos deixa um tanto idiotas, diga-se de passagem. A vida parece ficar ligeiramente mais colorida, como se uma fina camada de poeira fosse retirada dos seus olhos, tudo PERFEITO! Perfeito seria se terminasse nisso, assim como traz consigo as melhores sensações e alegrias, pode acarretar também em surpresas (boas ou ruins), ansiedade e barreiras. Há quem acredite que o amor só aconteça repentinamente, como "amor a primeira vista", por exemplo... outros acreditam que ele nasce com o tempo. É se limitar ao defender apenas uma dessas teorias. Ora, porque alguém não pode se apaixonar de imediato ao encontrar o olhar de outro, ou com o amor acompanhado da paciência esperar pela conquista!? Como diz em 1ª Coríntios 13 "O amor tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta."... Além do mais, para sermos amados, devermos primeiro amar... É claro que é muito fácil amar alguém quando se é amado por essa pessoa, experimente amar alguém que nem sequer te dá bola, você pode se surpreender. A verdade é que existem várias formas de se amar uma pessoa, as vezes podemos nos confundir, só não é bom quando se confunde tal sentimento com a paixão. De qualquer maneira, amar é TUDO de bom, pode ter lá seus obstáculos, mas são eles que fazem cada dia mais emocionante.

sábado, 15 de agosto de 2009

Isso ou aquilo?


Ir ou ficar? Correr ou andar? Branco ou preto? Quente ou gelado? Tênis ou sandália? Certo ou errado? Brigar ou conversar? Sim ou não? Verdadeiro ou falso? Aceitar ou recusar? Loira ou morena? Esse ou aquele?... decisões, decisões e mais decisões. Mudam o momento, o dia, a semana, a vida. Nos fazem felizes, nos fazem chorar, tiram o sono... algumas tremendamente fáceis outras estupidamente difíceis... terminam em satisfação ou arrependimento. Criança, jovem, adulto, idoso... não importa quem, onde ou como, é impossível se livrar delas.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Lifehouse "Everything" Skit (TRADUZIDO)

"O Senhor é meu pastor, nada me faltará. Deitar-me faz em verdes pastos, guia me mansamente a águas tranquilas. Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça por amor do seu nome. Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam."


Salmos 23: 1 - 4

quarta-feira, 29 de julho de 2009

A vida é cheia dos altos e baixos, cheia de movimentos contraditórios: sorrisos e lágrimas, dores e alegrias, sol e chuva, vida e morte, saúde e doença... entre tantos outros.. e é isso que nos move, nos faz vivos. "A linha reta em um eletrocardiograma significa morte" e Deus não nos dá fardos maiores do que aquele que podemos carregar... sinta, chore, grite, corra, ande, alcance, sorria, comemore, VIVA, a vida é uma só, não há tempo para se perder, não há tempo pra viver em vão. Cada segundo que passa não volta mais, cada segundo que você passa se lamentando ou sem fazer nada, são segundos perdidos. A vida é MUITO pra não se viver. Ela nunca será um mar de rosas, ela nunca sera perfeita... pode-se ao menos chegar perto da nossa concepção de perfeito, mas o que importa é que sejamos felizes.... é estar em paz com os amigos, com a família, com Deus e consigo mesmo. Felizes são aqueles que fazem do nada uma alegria, que veêm a felicidade nas pequenas coisas da vida... no fim você entende que um abraço vale mais que mil palavras, que o que seu amigo precisa não é um texto de motivação, um presente... apenas um sorriso e saber que você estará sempre ali do lado dele, não importa o que aconteça, entende que ser útil para alguém é gratificante, que um pouco de amor pode acabar com uma briga e que ser feliz vai além de fama, dinheiro ou tecnologia... ser feliz é um estado de espírito, é uma escolha ;)

quinta-feira, 16 de julho de 2009


Hope Now - Addison Road

Se tudo se resume em amar
Então do que eu estou com medo?
Quando eu chamo o seu nome
Alguma coisa aqui dentro desperta na minha alma

Quão rapidamente eu esqueço que eu sou teu!

Eu não estou sozinho
Tu tens me carregado por toda minha vida

Todas as coisas me levam para a esperança agora
Todas as coisas me levam para a fé de alguma forma
Quando o mundo tem me quebrado
Teu amor me liberta

Quando minha vida está como uma tempestade
Águas subindo, tudo o que eu quero é a praia
Tu me dizes que eu estarei bem e fazes isso entre a chuva
Tu és meu abrigo da tempestade

Eu não estou sozinho
Tu tens me carregado por toda minha vida

Tu se tornaste o desejo do meu coração
E eu cantarei os teus louvores mais alto
Teu amor me libertou
Teu amor me libertou
Teu amor me libertou

sábado, 27 de junho de 2009

Amigos: um dos elementos mais importantes na vida de um indivíduo. Podem influenciar na sua formação, seu caráter, personalidade e até mesmo escolhas. São eles nossos cúmplices, confidentes, protetores. Hora agem como crianças e nos levam a fazer coisas das quais talvez um dia iremos nos arrepender (mas que com certeza trará boas risadas), hora nos fazer chorar de rir e em outros momentos se dirigem até nós como se fossem nossos pais. O fato é que estão sempre ali, pras horas boas ou ruins, pra nos ajudar, aconselhar, fazer rir ou apenas nos ouvir reclamar. São risadas, problemas, diversão, experiências compartilhadas. Uma relação baseada em trocas: de sorrisos, alegrias, tristezas... muitas vezes, até de guarda-roupa. Uma pessoa pode até viver sem um grande amor, mas quem vive sem amigos? Existe aquele que te acompanha desde o seu nascimento, alguns que entraram na sua vida conforme os anos foram passando e outros que você acabou de conhecer. Tem os que marcaram uma época da sua caminhada, outros que estão marcando e mais uns que podem escrever uma biografia sobre você.

segunda-feira, 22 de junho de 2009


A Pessoa Errada

Pensando bem, em tudo o que a gente vê, e vivencia, e ouve e pensa, não existe uma pessoa certa pra gente. Existe uma pessoa, que se você for parar pra pensar, é na verdade, a pessoa errada. Porque a pessoa certa faz tudo certinho: chega na hora certa, fala as coisas certas, faz as coisas certas.Mas nem sempre precisamos das coisas certas. Aí é a hora de procurar a pessoa errada. A pessoa errada te faz perder a cabeça, fazer loucuras, perder a hora, morrer de amor. A pessoa errada vai ficar um dia sem te procurar, que é para na hora que vocês se encontrarem a entrega seja muito mais verdadeira.A pessoa errada, é na verdade, aquilo que a gente chama de pessoa certa. Essa pessoa vai te fazer chorar, mas uma hora depois vai estar enxugando suas lagrimas, essa pessoa vai tirar seu sono, mas vai te dar em troca uma inesquecível noite de amor. Essa pessoa pode não estar 100% do tempo ao seu lado, mas vai estar toda a vida esperando você.A pessoa errada tem que aparecer para todo mundo, porque a vida não é certa, nada aqui é certo. O certo mesmo é que temos que viver cada momento, cada segundo amando, sorrindo, chorando, pensando, agindo, querendo e conseguindo. Só assim, é possível chegar aquele momento do dia em que a gente diz: "Graças a Deus, deu tudo certo!", quando na verdade, tudo o que Ele quer, é que a gente encontre a pessoa errada, Para que as coisas comecem a realmente funcionar direito prá gente.
Luís Fernando Veríssimo

quinta-feira, 11 de junho de 2009

O ciclo da vida

Nascer, crescer, desenvolver, procriar... morrer. Morrer... somos programados a isso, a única certeza da qual temos em toda nossa vida e ainda assim, nos abalamos com essa palavra, com esse acontecimento. A morte nos surpreende mesmo quando ja esperamos por ela... porque? A verdade é que quando fomos planejados não era para ser esse o nosso fim, ou melhor, não deveria haver um fim. Não deveriam existir guerras, destruição, fome, desperdícios, desprezos, arrogância, não deveria haver FALTA de amor. Começou com um ato chamado desobediência e se tornou o caos, e como toda desobediência gera consequências, a nossa é o fim. "O salário do pecado é a morte" - romanos 6:23. É por isso que dói tanto quando alguém se vai, pois não devia fazer parte do ciclo da vida. Muitas pessoas se zangam e questionam o amor de Deus por isso e nessas horas, junto com o nosso egoísmo esquecemos de que Ele pagou um preço quando, por amor, mandou seu Filho para que morresse por nós, para que nossos pecados fossem apagados e perdoados, mesmo sabendo que por muitas gerações, décadas e séculos depois continuaríamos agarrados ao nosso egoísmo e ingratidão. Muitos talvez se sentem indiferentes a isso, mas como seria se talvez alguém que amássemos muito morresse? E se fosse por uma causa nobre e ainda ninguém se importasse? Como nos sentiríamos? É isso o que Deus grita quando somos tomados pela onda do comodismo "Vocês não veêm que por amor á vocês eu permiti que meu filho fosse crucificado? Não veêm o quanto eu os amo e sou capaz de fazer por vocês?". Ele, melhor que nossos pais, sabe o que sentimos, fazemos, queremos e é por isso que é o único que pode amenizar essa dor de perda com a qual talvez nunca aprendamos a lidar.

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Mãe, doce mãe...

Existem mães de todos os tipos: brava, paciente, ciumenta, simpática, amorosa, retraída, a sua, a minha, a dele. Cada uma educa da maneira que sabe, com o instinto que nasceu e desenvolveu, amou e ama de um jeito... Mas todas de maneira incondicional. Quando somos crianças, adolescentes não temos compreensão de todo esse amor, essa preocupação. Ficamos irritados e confusos quando dizem não a uma festa, brigam quando chegamos tarde ou porque não ligamos para dizer onde estávamos. A verdade é que só Deus e elas sabem o que se passa em seus enormes corações. Quando se tem um período de convivência com uma pessoa, aprendemos a amá-la e respeitá-la, criamos um carinho, um vínculo com ela. Imagine então carregar dentro de si um ser, criá-lo, trocar suas fraldas, dar de comer, ensiná-lo a falar, andar, escrever, ler... quem sabe, até mesmo sorrir... o quão grande não deve ser a ligação que se estabelece ali, ligação essa que já é grande por natureza e cresce cada dia mais. Agora então imagine o quanto deve doer ver esse projeto de gente crescer, se machucar fisica e emocionalmente, vê-lo chorar, gritar, sorrir, sofrer e saber que um dia ele vai embora. É por isso que elas ficam tanto no pé, dizem tanto não, e mesmo que doendo mais nelas do que em nós, nos batem... por amor. Puro, doce e inigualável amor. Ninguém as ensinou a "profissão" de ser mãe, elas não frequentaram nenhuma faculdade e muito menos são pagas para exercê-la, mas o fazem... elas são humanas, também tem suas fraquezas, necessidades, mas deixam tudo de lado quando um filho pede sua ajuda... apenas para vê-lo feliz. São lutadoras, heroínas, guerreiras, vencedoras. Espelhos. Por isso se deve valorizar a mãe que se tem, pois elas, quando ausentes deixam um vazio que ninguém pode ocupar.