quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Problem!?

Não importa o quanto fuja, grite, esperneie ou reclame, um problema jamais será resolvido enquanto não for encarado de frente. O ser humano tem esse costume estúpido de "interiorizar", se é que posso assim dizer, aquilo que o incomoda, que gera desconforto, medo, enfim, essas situações que o tiram de sua zona de conforto e o arremessam a uma zona de guerra. 
É verdade que, na maioria dos casos, esse 'evitar falar sobre', esse 'interiorizar' é uma forma de defesa, mas todos sabem que não adianta adiar uma conversa ou o pensar na possível resolução de um conflito, afinal, uma linha embolada não se desembaraça sozinha: é necessário paciência e trabalho para desenrolá-la. 
É interessante como existe sempre coragem para realizar certos atos, mas falta maturidade para lidar com as consequências dos mesmos. Mais ainda como as pessoas ignoram a racionalidade e não sabem utilizá-la, ou melhor, não querem. 
Eu entendo que existem situações difíceis, complicadas e delicadas... E que em muitos casos é preciso contar com a ajuda do tempo, mas devemos saber sempre a hora de seguir em frente. Apenas certifique-se antes de que fez tudo o que podia para encontrar a solução e que não esta deixando nenhum mal entendido ou qualquer caso mal resolvido para trás: um dia você terá que encará-lo e eliminá-lo de vez, caso contrário, ele o perseguirá para o resto de sua vida.
Se existe algo que precisa ser dito: diga, algo que precisa de esclarecimentos: esclareça, algo que precisa ser feito: faça, mas não adie e muito menos finja que não existe problema algum. Quem te ama e realmente se importa sabe e sofre ao seu lado quando as coisas não vão bem. Não deixe-os sem explicação... E se o problema forem eles: diga, seja maduro (a) para lidar com seus medos de forma direta. E se não quiser dizer, guarde-os então, mas jamais deixe que verdades sejam ditas através de brincadeiras. 
Esses problemas nem sempre terão a melhor resolução possível, nem sempre terão desfecho que desejamos, mas ao menos serão esclarecidos e jamais poderão te assombrar culpando-o por não tê-los confrontado, já que da mesma maneira que é preciso força e coragem para enfrentá-los, também é preciso força e coragem para seguir em frente.
Aquilo que não nos mata, nos torna mais fortes. 

Nenhum comentário: